A escoliose é uma doença que afeta a coluna vertebral, que geralmente aparece na adolescência, mas pode acontecer em outras épocas da vida.

O que é escoliose?

A escoliose é uma deformação musculoesquelética da coluna vertebral que se apresenta por um desvio da coluna para a esquerda ou direita, resultando em um formato de "S" ou "C". Quando se está de frente para um paciente com escoliose observa-se a inclinação do corpo para um dos lados, na maioria dos casos.

A escoliose pode surgir com uma curva (em forma de C) ou duas curvas (em forma de S). Quando equilibrada as curvas (compensada) e de baixo grau de curvatura, ela pode até não aparecer diferenças de alturas de quadril e ombros, ou seja, não é possível ver na pessoa de frente, diferença da inclinação.

A escoliose pode ser congênita (nasce com ela), ou pode ser adquirida, aparecer no decorrer do desenvolvimento ósseo da criança e adolescente.

Alguns outros casos são neuromuscular, causados por problemas como fraqueza muscular, paralisia decorrente de doenças como paralisia cerebral, distrofia muscular, espinha bífida e pólio.

O que causa a escoliose?

A maioria das escolioses é idiopática, ou seja, não possui causa conhecida, sendo muito comum nos adolescentes.

É importante avaliar o paciente para descobrir a origem desse desalinhamento e se ele vem acompanhado ou não de dores nos músculos e articulações.

As dores musculoesqueléticas podem agravar a escoliose, piorando assim, consideravelmente a postura. Se a escoliose não for tratada adequadamente, ela pode evoluir com o aumento de outras curvas do corpo (da coluna), como por exemplo, a cifose (corcunda) e a hiperlordose (coluna baixa e pelve projetadas para frente).

A postura

A educação sobre a postura correta começa na infância, quando os primeiros problemas relacionados à ergonomia começam a aparecer. As dimensões do mobiliário da sala de aula, assim como da nossa casa e do ambiente de trabalho, afetam diretamente o bom alinhamento do corpo. A criança entra sadia na escola e sai anos depois com a postura comprometida.

As mochilas, os eletrônicos (Computador, smartphones, etc.) e os mobiliários não adequados para a criança e adolescentes provocam um estresse contínuo nas estruturas da coluna, como os ligamentos, discos e vértebras (ossos). A pressão mantida por diversas horas sobre os ossos em formação da criança ocasiona transformações posturais permanentes, que irão incomodar para o resto de sua vida.

Portanto, aprender sobre a postura adequada ao mobiliário na escola pode reduzir as dores nas costas (um problema que não é apenas coisa de adulto), bem como, prevenir o aparecimento da escoliose, ou que ela aumente.

A escoliose e a dor nas costas

O que leva muitas pessoas com escoliose a piorarem a sua condição, como também a ficarem expostas as crises de dores na coluna é mais complexo do que se imagina, mas, em muitos casos, a postura está por trás do agravamento da escoliose.

A escoliose desalinha a coluna e não é a causa principal das dores nas costas. É importante identificar o que pode estar aumentando as curvas e se as dores estão por trás dessa mudança.

A escoliose pode ser agravada quando a piora da postura ocorre, e na maioria dos casos, essa condição não vem acompanhada de dor, o que leva o paciente a não procurar ajuda. Quando a dor aparece, a condição da escoliose, ou melhor, da curva lateral, pode piorar simplesmente pela necessidade do corpo se adaptar a condição de alívio da dor.

A romaria por um diagnóstico correto

Os diagnósticos errados, o uso indiscriminado de analgésicos e anti-inflamatórios e a demora em procurar ajuda especializada de fisioterapia pelo paciente, podem levar a dores persistentes e sem solução.

Muitas disfunções musculoesqueléticas na coluna vertebral como escoliose, hérnia de disco ou simplesmente as dores na coluna e irradiada, são tratadas com analgésicos, anti-inflamatórios, antidepressivo, etc, e na maioria dos casos, só precisariam de um movimento específico e de orientações sobre a postura para ser controlado.

A falta da prevenção pode custar caro no futuro

A demora em encaminhar um paciente com escoliose para a fisioterapia especializada, se ampara na informação de que muitos casos dessa natureza, são solucionados sozinhos, o que é um erro. A escoliose passa a ser séria a medida que se perde o controle dos cuidados com a postura e do conhecimento sobre o problema. A demora em buscar ajuda da fisioterapia especializada, aumenta as chances de piora do quadro de lesão, predispondo o paciente cada vez mais a uma cirurgia.

A disfunção musculoesquelética inicia sem dores, é silenciosa, não é observada como deveria pelas pessoas ou pelos pais, e quando se manifesta, o problema pode ser mais complexo.

A escoliose pode ser agravada quando a piora da postura ocorre, e na maioria dos casos, essa condição não vem acompanhada de dor, o que leva o paciente a não procurar ajuda. Quando a dor aparece, a condição da escoliose, ou melhor, da curva lateral, pode piorar simplesmente pela necessidade do corpo se adaptar a condição de alívio da dor.

Nos casos mais graves (curvas acima de 40 graus) e com aumento das curvas ocorrendo na fase de crescimento da criança e adolescente, pode causar problemas respiratórios.

Tratamento

O tratamento da escoliose deve ser acompanhado pelo médico, bem como, por um fisioterapeuta especialista em lesões musculoesquelética da coluna.

A decisão de uma cirurgia em casos de escoliose, se necessário, deve ser tomado com muita cautela, para que a correção da curvatura seja feita sem riscos maiores. A opinião dos profissionais de saúde envolvidos no tratamento é muito importante.

É necessário realizar o tratamento adequado, para que o quadro de lesão não evolua para grandes deformações e dor.

É importante que todos os pais saibam que a fisioterapia especializada contribui de forma considerável para o tratamento da escoliose. A maioria dos pacientes quando dispõe da informação adequada sobre o seu problema de coluna, maiores serão as chances de sucesso no tratamento.

É importante que todos os pacientes e pais que tem filhos com escoliose saibam da contribuição da fisioterapia especializada no tratamento e controle da escoliose. A maioria dos pacientes, quando dispõe da informação adequada sobre o seu problema de coluna, consegue se tratar com sucesso.

A RPG (Reeducação Postural Global) é indicada para o tratamento da escoliose, pois, age de forma eficaz na correção da postura, diminuindo assim, o estresse contínuo nas estruturas da coluna.

Dr. Abnel Alecrim, Fisioterapeuta, Especialista em Reabilitação Musculoesquelética e Esporte, Campinas, SP, Brasil.

Fique livre das dores musculoesqueléticas. Faça a Fisioterapia Avançada.

Deixe seu recado:

Curta e Interaja

Entre em Contato

(19) 3308-6330

(19) 3212-1140

Segunda à Sexta das 8h às 18h.

Solicitação de Agendamento

Agende uma avaliao!